Make your own free website on Tripod.com

Home

Princesas | Noticias | Parabens | Personagens Disney | Historias Disney | Para colorir | Cante com Disney ! | Por tras da Disney | Links relacionados | Opinioes | Sobre mim | Contate-me
Disney/priscila
Historias Disney

Um momento magico com as historias Disney!

Essa parte do site e dedicada as Historias Disney. E um momento para relembrar a magia das Historias que vem conquistando criancas!

BAMBI

A Pequena Sereia

Na floresta se espalhou a noticia do nascimento de um pequeno principe.Era Bambi! _Por que esta bocejando assim? Quer vir passear comigo?_disse o coelho Tambor. Bambi ainda nao sabia andar direito.Ele tentou acompanhar o coelho,mas nao conseguiu. De repente Bambi se assustou com a chuva que comecou a cair.Quando parou de chover,Bambi viu sua imagem na agua. _E voce!_dis Tambor. _Quem e este?_perguntou Bambi.Tambor riu. A corca era na verdade a bela Faline. Faline travessa! Faline brincalhona! Ela fez cocegas em Bambi. O tempo passou,chegou o inverno e com ele belas surpresas! O pai de Bambi era o rei do bosque! _ Um dia,voce tambem sera rei!_disse ele a Bambi. Ja era primavera!Bambi tinha crescido bastante,mas os outros tambem! Faline era tao elegante,charmosa e bonita,que Bambi quis com ela se casar. Tempos depois,Tambor foi visitar Bambi e conhecer os dois pequenos principes. O grande cervo apareceu e disse ao filho: _ Agora,o rei do bosque e voce!

101 Dalmatas

Sou Pongo e a minha esposa Perdita.
Temos quinze lindos filhotes.
Uma noite saimos para dar um passeio, e dois homens maus chamados Alipio e Leitao roubaram nossos filhotes.
Usamos o Latido do Anoitecer para pedir ajuda a nossos amigos animais.
Logo as noticias se espalharam pelo campo.
Um cao de caca chamado Towser soube das noticias a respeito de nossos filhotes.
Ele contou a seus amigos: Capitao, Coronel e Sargento Neco.
Eles decidiram ajudar a procurar os filhotes.
O Sargento Neco ouviu latidos em uma casa grande e velha.
Ele foi investigar. Encontrou mais de quinze filhotes. Havia noventa e nove!
Quando soubemos das noticias, fomos em direcao a casa.
Enquanto isso, nosso amigo, o Sargento Neco, com muita coragem comecou a salvar os filhotes. Perdita e eu entramos em acao assim que chegamos.
Os viloes nao tinham nenhuma chance!
Gracas a nosso novo amigo, nossos filhotes estavam a salvo.
E levamos tambem os outros filhotes para nossa casa.



Saiba tudo sobre as Olimpiadas.

A Mitologia
Na Grecia antiga, muito antes de Cristo, nasceu Hercules, filho de Zeus, o rei dos Deuses, com muita forca e poderes.
Hercules foi enfeiticado por sua Tia Hera e fez muitas maldades.
Como castigo, teve que deixar o Olimpo, o lugar onde viviam os deuses gregos.
Alem disso, teve que fazer 12 tarefas muito dificeis, como capturar o javali de Erimanto e os bois do gigante Geriao.
E nao e que Hercules fez tudo o que o rei mandara? Como recompensa, teve seus pecados perdoados e Zeus o chamou de volta ao Olimpo, concedendo ao superfilho o dom da imortalidade.
A partir dai, diz a lenda, os gregos antigos comecaram a disputar os jogos de quatro em quatro anos, em honra aos deuses do Olimpo.

Os Jogos Antigos
As Olimpiadas comecaram em 776 a.C. e duravam cinco dias. Havia provas para adultos e para adolescentes. Veja so como era a programacao:
Primeiro dia - Cerimonias de abertura Segundo dia - Provas especiais para adolescentes: "dromos" (uma corrida em volta do estadio), lutas e pentatlo (uma corrida, lancamentos de disco e dardo, salto em distancia e luta).Terceiro dia - Provas para adultos: "dromos", "diaulo" (semelhante ao "dromos", mas consistindo de duas voltas em torno do estadio) e lutas.Quarto dia - Provas equestres, pentatlo e corridas com armas.Quinto dia - Cerimonias de encerramento, proclamacao dos herois e novos sacrificios.
Olimpiadas da Era Moderna

As Olimpiadas ficaram suspensas do seculo II a.C. ate 1852, quando o Barao de Coubertin, que fazia escavacoes nas ruinas do templo de Olimpia, provocou o renascimento dos valores esportivos dos gregos antigos.Em 1894, o barao convocou um congresso esportivo-cultural e apresentou a proposta para o retorno dos Jogos Olimpicos. Os delegados de 12 paises reunidos na Sourbone ficaram tao entusiasmados com o projeto que marcaram a primeira Olimpiada da era moderna para dali a dois anos em Atenas.
Os Jogos Olimpicos aconteceram nos seguintes lugares:
Atenas (1896)
Paris (1900)
Saint Louis (1904)
Londres (1908)
Estocolmo (1912)
Antuerpia (1920)
Paris (1924)
Amsterda (1928)
Los Angeles (1932)
Berlim (1936)
Londres (1948)
Helsinque(1952)
Melbourne (1956)
Roma (1960)
Toquio (1964)
Mexico (1968)
Munique (1972)
Montreal (1976)
Moscou (1980)
Angeles (1984)
Seul (1988)
Barcelona (1992)
Atlanta (1996)
Sydney (2000)
Atenas (2004)

Nossa histria comea com o prncipe Eric navegando com seu navio. Nele estavam alm de Eric, toda a tripulao e mais seu amigo Grisbi. A tripulao cantava para alegrar o rei dos mares. E Eric quis saber se realmente existiam seres marinhos que fossem metade humanos e metade peixes. Seu amigo Grisbi disse que era tudo invenso dos marinheiros. Mas Eric ficou com aquilo martelando na cabea. Existia ou no existia? Um dos peixes que havia sido pescado, depois da calorosa discusso se havia ou no esses seres marinhos, acabou caindo de volta no mar. Feliz da vida que no virou jantar de algum, o peixinho pode voltar pra casa e assistir o coral real. As filhas do rei Trito iriam cantar naquela noita e o regente seria o maestro Sebastio, um siri. Estavam todos no castelo real para assistir o grande espetculo. Inclusive o rei. Todas as suas filhas comeam a cantar e quando chega a vez de Ariel... ela no estava l! Onde estaria Ariel? O pai dela ficou furioso. Vocs sabem onde estava Ariel? Ela estava fazendo o que seu pai sempre pediu para que ela no fizesse: Bisbilhotar as coisas dos humanos. Ela estava com o seu amiguinho Linguado querendo entrar num navio naufragado na imensido azul onde moravam. Mas Linguado era muito medroso e achava que um tubaro podia estar l dentro. Depois achou que o tubaro podia peg-lo l fora enquanto Ariel procurava as coisas humanas. Resolveu entar com ela. Dentro do navio ela encontrou um garfo. Mas como nunca tinha visto aquilo antes, no sabia o que era. Depois achou um cachimbo e tambm no sabia o que era. Resolveu que iria at a superfcie perguntar a Sabido, que era uma gaivota, o que eram essas coisas j que ele estava sempre vendo elas. Mas quando ela ia sair do navio, Linguado ouviu um barulho estranho. Era um tubaro! Os dois correram de um lado pro outro tentando se livrar do monstro carnvoro! Ela corria de um lado e ele ia atrs! Vai pra l e vem pra c num corre corre danado! Sua bolsa com as coisas humanas ficou presa! Ela voltou pra pegar e o tubaro quase a pegou! Quando chegou finalmente na escotilha do navio, Linguado como era meio gordinho intalou. Ela empurrou com fora pra ele sair. Conseguiu! Agora ela teve que se empurrar pra sair. Com essa perda de tempo o Tubaro quase mordeu a cauda dela. Mas finalmente els conseguiram se livrar do tubaro grando e subiram a superfcie. L encontraram Sabido e perguntaram a ele como se chamava o garfo e para que servia. Mas Sabido como era todo atrapalhado, no sabia e acabou falando besteira. Disse que o garfo se chamava BRUMBUZUMBA! E disse que servia para pentiar o cabelo! Depois ela mostrou o cachimbo. Ele disse que se chamava Chimbaco. E que servia para os humanos tocarem e cantarem. Quando ele falou em cantar, Ariel se lembrou do caral e voltou correndo para casa. E claro que quando chegou em casa, encontrou seu pai muito irritado com ela. Ela tentou se explicar por no estar presente no coral, mas seu pai no ouvia, at porque o siri Sebastio estava ajudando o rei Trito a no querer saber das desculpas dela. Afinal de contas ela arruinou a noite de regente do pobre sirizinho... Foi quando Linguado tentou ajudar mas s piorou a situao. Ele acabou falando que ela s no foi por causa do tubaro! E depois disso ainda disse que se encontraram com uma gaivota. Ora, ento o pai de Ariel percebeu que ela novamente subiu a superfcie. Podendo at mesmo ter sido pescada por um ser humano! Ele a proibiu de voltar a superfcie! Ariel disse que no era mais criana pois j tinha 16 anos! Mas seu pai no quis mais saber de conversas e proibiu denovo! Ariel saiu chorando. O rei ficou com pena e perguntou a Sebastio se ele havia sido muito duro com ela. Sebastio disse que no. Que o rei deveria at mesmo colocar algum na cola dela pra ver aonde ela ia a qualquer hora do dia ou da noite. O rei achou tima idia e colocou Sebastio de encarregado a seguir Ariel. Sebastio no gostou nem um pouquinho de ter que seguir uma sereia adolescente pra tudo quanto canto. Mas ordens do rei so ordens a serem obedecidas. Ariel e Linguado chegaram na coleo de coisas humanas da sereiazinha. Ela olhou para um lado e olhou para o outro, no viu nigum e entrou com Linguado. S que Sebastio entrou sem que ela percebesse. Ele se assustou ao ver tantas coisas humanas! Tinha de tudo al dentro! Garfos, facas, colheres, cachimbos, quadros, caixa de ferramentas, botas, vasos, jarras, garrafas, tudo! Eram todos objetos naufragados que Ariel pegava e guardava. Mas era escondido claro! Seu pai no poderia saber de nada. Mas tinha um problema, Sebastio tinha acabado de entrar nesta caverna das maravilhas humanas. E com certeza iria contar para o rei. Ela como tinha uma voz linda comeou a cantar. Dizia que no queria mais ser daquele mundo aqutico. Queria ver as coisas l em cima , queria ver um homem danar, queria saber o que o fogo, o que queimar, queria saber, queria peguntar e ouvir respostas, ela no queria ser mais daquele mar... Assustada ao ver Sebastio na caverna ela para de cantar. Sebastio irritado pegunta o que era aquilo tudo. Ela e Linguado imploraram para que ele no contasse nada ao rei Trito. No meio dessa confuso, Ariel percebe uma enorme sombra passando em cima da cabea de todos. Com certeza s poderia ser um barco. E ela sobe atrs dele. Sebastio grita para que ela volte, mas decidida, ela continua seu caminho. Sebastio e Linguado resolveram ir juntos. Fora da gua ,ela se encantou com os fogos de artifcio! Eram lindos e ela foi atrs. Chegando no barco, como no tinha pernas para subir a escadinha, fez fora com os braos e se levantou at um altinho do barco que dava para ver a festa l dentro. Viu muita gente l dentro danando. E ainda foi lambida por um cachorro. O Max! Era o cachorro do prncipe Eric que estava fazendo aniversrio naquele dia. Ela se encantou com a beleza do prncipe. Logo depois chegou Sabido. Ela disse a ele que achou o prncipe muito bonito. Mas Sabido confundiu o prncipe com o cachorro Max. E acabou dizendo que achava o prncipe muito peludo e babo! Mas no era o cachorro a quem Ariel se referia mas sim ao prncipe que ganhou de aniversrio uma esttua dele mesmo em tamanho real. Mas do nada o tempo mudou feio e comeou a trovejar, relampejar e a chover muito forte. Era um tornado! O barco virou de um lado, virou do outro e todos tiveram que pular, pois ele j estava sem comando. At Ariel foi lanada no mar, mas voltou a superfcie para ver o que estava acontecendo. Foi quando um raio atingiu a vela do barco e tudo comeou a pegar fogo. Ela entendeu pela primeira vez na vida o que era o fogo e o que era queimar e no gostou nem um pouquinho. Todos j tinham pulado do barco, mas como Eric queria salvar seu cachorro Max que havia ficado l, ele voltou ao barco. Jogou o cachorro pra fora mas no deu tempo de sair. O barco explodiu! Em desespero, Ariel comeou a procur-lo em tudo quanto era lugar e o achou. Ela agarrou o prncipe e o levou para a beira da praia. L, quando ele ainda estava quase acordando, Ariel comeou a cantar pra ele: " Quero viver onde voc est, quero ficar bem aqui ao seu lado. Quero ver voc sorrir pra mim. Vamos andar, vamos passear e voc vai me ensinar a amar... Amor profundo e no seu mundo quero morar!" Mas seu amigo Grisbi e seu cachorro max aparecem bem nesta hora e Ariel tem que se jogar no mar correndo para no ser vista. Eric jura que uma moa lhe salvou mas seu amigo achava que ele devia estar ainda meio tonto do acidente e vendo coisas. Mas Eric jura que ouviu uma voz linda e que vai se casar com a dona daquela voz. Eles vo embora e Ariel os assiste de trs de uma pedra. Sebastio ainda bestificado de ter visto a filha do rei do lado de um humano, volta a si e diz que no vai contar nada para o rei. De jeito nenhum! Ariel volta a cantar: "Eu no sei bem, como explicar, que alguma coisa vai comear.... s sei dizer que a voc vou pertencer!" Muito mais abaixo dal, bem no fundo do mar, quem assiste a toda essa cena rsula, a bruxa do mar. Ela tinha dois peixes feios que serviam de bola de cristal para que ela visse tudo. Muito malvada e querendo todo o reinado de Trito, ela bola um plano malgno para pegar Ariel! Ariel de volta ao fundo do mar fica pensando em milhares de possibilidades de chegar perto de Eric, talvez se Linguado chegasse perto dele e chamasse a ateno dele, ela pensava. Mas Sebastio tratou logo de dizer a ela que aquilo tudo era loucura. Pois ela era uma sereia e ele um humano. Nunca daria certo! Ele comeou a cantar pra ela dizendo que o mundo humano era horrvel, que eles comiam peixes e que eram escravos do dinheiro! Mas que ele sim, que era feliz onde nasceu. E todos os seres marinhos estavam cantando animados, mas Ariel no dava bola! Foi quando Linguado cochichou no ouvido de Ariel que ele tinha pegado a esttua de Eric que havia naufragado. Ela ficou animadssima de ter uma esttua dele para ela ver todo dia! Mas as irms de Ariel j tinham percebido que ela andava meio estranha e s podia ser porque estava apaixonada. O pai de Ariel ficou super feliz de saber que sua filhinha finalmente deixou essas coisas de humano para l e se apaixonou por algum! Pobre rei, no sabia que o apaixonante era um ser humano! E chamou Sebastio para que ele contasse o segredo. Sebastio ficou super nervoso sabendo que o rei j desconfiava que Ariel estava apaixonada. Sebastio j achava que o rei pudesse estar desconfiando que era um ser humano! E acabou contando tudo, que era um ser humano mesmo e tal! O rei ficou furioso e Sebastio morrendo de remrcio por ter contado tudo, mas tadinho... foi um acidente. O rei chegou na caverna de Ariel e a viu toda felizinha com a esttua do prncipe. Ele disse a ela que ela o desobedeceu. Mas ela disse que amava aquele homem. O pai dela com muita raiva quebra toda a coleo de coisas humans de Ariel, inclusive a esttua do prncipe. Ela fica muito triste e comea a chorar. Sebastio tenta se desculpar da burrada que fez mas ela no quer nem ouvir... Enquanto isso aqueles peixes feios amigos da bruxa do mar se aproximam de Ariel. Eles dizem a ela que rsula poderia resolver o problema dela. Ariel vai atrs deles. Sebastio tenta impedir e ela o diz que melhor ento ele contar logo tudo pro pai dela. Sebastio sem saber o que fazer, vai com Linguado atrs dela. Chegando aonde rsula faz as suas bruxarias, Ariel se assusta, mas continua entrando naquele lugar horrvel. rsula lhe diz que o problema simples. Que o nico geito dela ficar com o prncipe se tornar uma humana tambm. E que ela teria 3 dias com pernas para poder beijar o prncipe. Se ele a beijasse, ela ficaria humana para sempre, mas se ele no a beijasse, ela teria que voltar a ser sereia e pertenceria a rsula para sempre. Ou seja, rsula com certeza iria transform-la em algum ser muito feio. Ariel adorou a idia e aceitou na hora, mas rsula ainda disse que ela teria que pagar alguma coisa em troca, afinal, no se adiquire alguma coisa por nada. Ariel disse que no tinha nada a pagar, mas rsula disse que no cobrava muito. Ela apenas queria a voz de Ariel. "Minha voz?!!" Falou assustada Ariel. rsula malvada sabia que o prncipe s reconheceria Ariel pela voz. Ariel fica indecisa e rsula diz que pegar ou largar. Ariel aceita e assina o contrato. rsula tira a sua voz. Deixa a pobrezinha muda! E a transforma em um ser humano! Linguado e Sebastio tm que leva-l at a superfcie porque com pernas ela no sabe nadar. rsula ri j certa de que Ariel nada vai conseguir sem aquela voz. Ao amanhecer, Ariel acorda na beira da praia. No fala nada, pois est muda. E descobre que tem pernas, ps e dedos! Fica felicssima e tenta andar. Sabido logo aparece e no sabe o que Ariel tem de novo. Ele arrisca e diz que o pentiado. Sebastio j irritado com a burrice de Sabido responde que ela tem pernas e ainda o chinga de idiota! Mas sabido no de todo burro e arranja uns farrapos para Ariel cobrir seu corpo que estava nu. Afinal, o prncipe no poderia v-la pelada, no mesmo? E logo depois o cachorro Max a encontra. Eric a v logo depois e fica super feliz de ter encontrado a mulher que ele tanto procurava e quando pergunta o seu nome, Ariel no consegue falar. Eric pergunta o que era aquilo. Ela faz com sinais que no pode falar. Ele decepcionado v que Ariel no a mulher que o salvou no dia que o barco explodiu... mas resolve ajud-la e a leva pra casa. No palcio de Eric Ariel foi muito bem tratada. Tiraram aqueles panos horrveis que ela estava usando e deram um timo banho nela. Depois ela foi jantar com Eric e Grisbi, seu amigo. Enquanto isso, Sebastio foi parar na cozinha! Eric passava todo jantar olhando para Ariel. Ele a achava realmente linda e muito parecida com a mulher que o salvou (claro, era ela!) Mas ele pensava que no fosse ela. Enquanto isso, o pobre do Sebastio tinha que fugir das garras do cozinheiro francs maluco, que queria porque queria, fazer de Sebastio um lindo jantar. Quando a comida chegou, Ariel viu Sebastio dentro do prato de Grisbi. Ela com muito cuidado fez ele correr do prato do moo para o dela sem que ningum percebesse. Depois, combinou com Eric um passeio para o dia seguinte e foi dormir. No dia seguinte ela estava toda arrumadinha e foi dar uma volta de charrete com Eric. Adorou todas as novidades! Ela realmente nunca tinha visto nada daquilo! Galinhas, pessoas aos montes, teatro de marionetes e crianas! Ainda danou com Eric! Tudo que ela sempre quis fazer. Depois, os dois foram para um passeio de barco romntico. Sabido resolveu cantar uma msica romntica, mas foi horrvel, ele no cantava nada! Sebastio foi quem teve que organizar uma orquestra entre os bichos do lago. E nesse clima romntico Ariel tentou dar um beijo em Eric, mas ele com vergonha virou o rosto. E ela ficou morrendo de vergonha com a recusa dele. Tudo bem... passado a vergonha, ele comeou a tentar adivinhar o nome dela. Seria Mildrey? Rachel? E Sebastio disse: " Ariel". Ento Eric repitiu: Ariel? E ela fez com a cabea que sim. Ele ficou muito contente de ter descoberto o nome dela. E a msica de Sebastio estava empolgando os dois. Eric finalmente resolveu beijar Ariel. Dessa vez no foi ela que tentou. Ele foi chegando perto e ela tambm... mas do nada! TCHBUM! Eles caram na gua! Foram aqueles peixes horrorosos de rsula. rsula via tudo pela bola de cristal dela. E a malvada ficou muito nervosa com Ariel, porque ela quase conseguiu! rsula, sem pestanejar, resolveu se transformar numa mulher linda e seduzir o prncipe Eric com a beleza e com a voz de Ariel que estava com ela. E na noite do mesmo dia, rsula aparece linda andando na praia com uma voz maravilhosa. (A voz de Ariel.) Ela enfeitiou o prncipe e se apresentou como Vanessa. Eric resolveu se casar com ela no dia seguinte. O ltimo dia que Ariel ainda tinha para beij-lo. Ela ficou arrasada com o casamento do prncipe! Mas quando Sabido desesperado voltou dizendo que Vanessa era a bruxa do mar disfarada, Ariel no pensou duas vezes e se jogou no mar para alcanar o barco aonde ia acontecer o casamento. (Pelo visto ela no tinho sido nem convidada...) Sebastio foi avisar o rei dos mares e Sabido foi buscar ajuda com seus amigos (focas, estrelas do mar, mariscos, etc) Linguado foi ajudando Ariel a chegar no barco. Eles tinham que correr, pois o sol j estava se pondo... E ela j ia voltar a ser sereia. Durante o casamento todos escutam um barulho esquisito, eram os pssaros indo na direo de Vanessa j vestida de noiva! As estrelas do mar grudaram no rosto dela, as focas a jogaram em cima do bolo! Bem feito! Linguado finalmente chegou no barco e Ariel comeou a sub-lo. Sabido foi no pescoo de Vanessa tentar arrancar a concha que estava com a voz de Ariel, mas a malvada comeou a enforcar a pobre gaivota! Mas Max, o cachorro de Eric, mordeu o bumbum da malvadona e a concha quebrou na frente Ariel e sua voz voltou. O feitio do prncipe se quebrou. Ele correu para abra-la enquanto Vanessa voltava a ser a bruxa feia do mar. O prncipe se sentia culpado por no ter percebido que era Ariel o tempo inteiro a moa que o salvou do mar. E quando os dois j estavam quase se beijando, a cauda de Ariel voltou. E a bruxa a levou para o mar de novo. eric pegou um barco para segu-las. No fundo do mar, o pai de Ariel tentava reverter a situao. Mas como Ariel tinha assinado um contrato, nada ele podia fazer. Ento resolveu trocar de lugar com a filha e perdeu o reinado para a bruxa do mar! Mas Eric apareceu para salvar Ariel e numa briga horrvel com a bruxa do mar que tinha se transformado num monstro enorme, Eric venceu e caiu na beira da praia muito cansado. Ariel esperou amanhecer atrs de uma pedra olhando o seu prncipe dormir muito triste, sabendo que nunca mais voltaria a ser humana... Mas seu pai percebeu que ela realmente o amava e a transformou em humana. Ela e o prncipe se casaram e viveram felizes para sempre!

disney.tripod.com.br/priscila